5 dicas para planejar o seu empreendimento cultural - LinkCult


5 dicas para planejar o seu empreendimento cultural

Você como profissional da cultura pode estar se perguntando: Empreendimento cultural? o que é isso?


Quando vemos o artista no palco, logo reconhecemos todo o seu esforço artístico e seu talento. Existe, também, um esforço prévio para pensar, elaborar e organizar um projeto. O fazer cultural possui um ciclo que movimenta toda uma cadeia produtiva desde a criação, produção, disseminação até o consumo. Todo esse ciclo precisa ser integrado e bem organizado para que o projeto alcance o sucesso do seu objetivo. E o que o fazer artístico tem a ver com empreender?


Eu respondo que TUDO. Mesmo a sua arte com todo viés criativo precisa ser organizada e planejada para que atinja um objetivo preestabelecido. Em um mundo tão concorrido e de muitos talentos, sai na frente quem consegue elaborar boas estratégias. Trazendo o tema para o olhar dos empreendedores podemos dizer que você - artista - é a sua marca.


Seu projeto é um empreendimento cultural, e como tal, acaba tendo características parecidas com a de um negócio como conhecemos, porém, como um negócio cultural e social, possui valores e objetivos diferentes e assim requer ações mais específicas.


O mercado de cultura possui uma peculiaridade de comportamento, pois as pessoas são muito criativas na ideia para seus projetos, mas não possuem o entendimento sobre negócios e empreendimento para que possam alavancá-los economicamente. Entendemos então, que a falta de recursos inviabiliza o projeto cultural e que os artistas e produtores precisam estar bem preparados ao buscar meios e ferramentas para financiarem a produção e execução dos seus trabalhos.


A partir do momento que entendo minha arte como o meu negócio, começo a pensar estrategicamente para que ele alcance bons resultados, seja impactar a vida de muitas pessoas, entreter, educar e trazer a sua sobrevivência.


Conheça agora 5 dicas oriundas do mundo empresarial para que você possa alavancar sua carreira artística ou seu projeto:


1 - Defina a proposta de valor de seu empreendimento cultural

  1. Por qual motivo você se levanta todos os dias?

  2. Por que faz todas as suas atividades?🤔

  3. Por que faz aquele trabalho?

Essas são perguntas que precisamos nos fazer todos os dias e que nos motivam a continuar mesmo com as dificuldades que possam aparecer.

  1. Qual o seu diferencial⁉

  2. O que vai te diferenciar da multidão?

Para descobrir essas e outras respostas pense na razão pela qual você faz, como você faz e depois o que você faz. Analisando as respostas de forma estratégica, você vai entregar mais valor na sua arte.


2 - Defina seu modelo de negócios e de receita

Uma parte muito importante de toda a construção do seu empreendimento cultural é entender como ele vai se sustentar economicamente. Esse exercício é uma etapa crucial para compreender se o negócio é viável. É importante definir quem eu quero que consuma meu projeto e como vou fazer para chegar até essas pessoas.


Também, reflita sobre algumas perguntas importantes: como faço para gerar receita? Qual a minha forma de ganhar dinheiro para tornar o projeto em realidade. E depois como mantenho esse projeto gerando receita?


3 - Faça um bom planejamento estratégico

O planejamento consiste em uma importante tarefa de gestão e administração que está relacionado com a preparação, organização e estruturação de determinados objetivos. Através do planejamento eu consigo definir o que eu quero fazer, como eu quero fazer e para onde eu estou caminhando.


É analisada uma situação específica, definida a estratégia, as metas, o cronograma e o orçamento. É uma ferramenta indispensável para que possamos atingir os objetivos com a melhor concentração de esforços e recursos, auxiliando o processo de tomada de decisão, além de diminuir os riscos e reduzir os erros em quaisquer ações. ⠀


4 - Pense em um plano de divulgação


Como as pessoas irão conhecer o seu projeto? Não deixe de elaborar um bom plano de divulgação. Hoje, com o mundo digital é bem mais democrático levar o seu projeto a mais pessoas. Trabalhe com o marketing digital, com as redes sociais. Entenda o canal que mais atrai seu público, crie um relacionamento. Isso sempre com um bom planejamento para diminuir riscos e tomar decisões mais assertivas.



5 - Utilize ferramentas que possam te ajudar


Na sua vida e no seu negócio indico fazer um exercício chamado Círculo de ouro (Golden Circle). Isso servirá tanto para você que tem um negócio há muito tempo ou para quem está criando novas soluções.⠀Essa ferramenta te ajudará a descobrir o seu propósito.


Também existe uma ferramente chamada Business Model Canvas onde você poderá planejar todo o seu empreendimento cultural de forma ágil. São muitas ferramentas disponíveis para que você possa entender e alavancar seu negócio.


A LinkCult é uma startup que entende como a Cultura possui um poder transformador na sociedade e que capacitar os profissionais da área é uma forma de alavancar a Economia da Cultura trazendo crescimento econômico sustentável, qualificação e uma maior independência da cadeia produtiva.


Estamos desenvolvendo uma plataforma online de gestão para que artistas e produtores possam gerir seus projetos culturais. A plataforma é dividida em 3 pilares: capacitação dos profissionais, difusão dos projetos e gestão dos projetos culturais.


Nesse momento estamos no mercado com cursos de capacitação (aguardem novidades) e com uma plataforma para organização de portfólios culturais, que é um documento estritamente necessário para a comunicação do seu projeto. Acesse o site www.linkcult. com e solicite o seu.



Comece agora a organizar o seu empreendimento artístico, a se capacitar e encontrar outras formas de se tornar mais independente. Dentro da gestão do projeto cultural, o produtor/artista precisa organizar todos os processos.


Para que consiga captar recursos com as empresas privadas estes precisam apresentar um projeto bem elaborado, com uma linguagem comercial atraente e ter seu portfólio bem organizado.


Somente dessa forma, uma empresa entenderá a real necessidade e viabilidade do patrocínio e assim seu projeto ganha mais chances de lhe gerar uma renda e o tão sonhado objetivo de viver da sua arte.


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo